O poder misterioso da música

4/09/2013 09:26:00 AM

Como pode uma melodia como essa me envolver num véu de encanto e deslumbramento?

Como pode me permitir a deseja viver num mundo só meu?

Como posso não me perder em cada palavra que você diz?

Como pode as lembranças permanecerem tão confusas quando tento lembrar o por quê dessa estranha sensação que invade o meu ser quando escuto esse som?

É como se eu fosse transportada para uma dimensão desse universo infinito do qual eu insisto em recordar de uma vida anterior que luta para permanecer oculta cada vez que eu tento me aproximar da verdade... Que segredos eu poderia descobrir no prazer de ouvir essa música?

#ficaadica




Dias de Malandragem

Será que alguém gritou
Não fui eu, por certo
Ergo minha cabeça de travesseiros incômodos
Coloco meus pés no chão
Um mau pensamento corta meu pulso
E me dirijo à porta

Lá fora, na calçada
A escuridão não faz ruído
Posso sentir o suor em meus lábios
Vazando para dentro da minha boca
Estou me dirigindo às colinas de encostas íngremes
Eles não me dão escolha

E veja... enquanto nossas vidas se fazem
Acreditamos que por entre as mentiras e o ódio
O amor corre livre

Por falta de opção
Corro driblando o vento
Sonho imagens de casas em chamas
Sem saber o que fazer
Com a morte vem a manhã
Nova e de repente

Será que foi pedir de mais
Para dar uma força
Eles perdoam qualquer coisa, menos grandeza
Estes são dias de malandragem
Estou perto de gritar todos os seus nomes
Enquanto o orgulho bate o meu rosto

Veja... enquanto nossas vidas se fazem
Acreditamos que por entre as mentiras e o ódio
O amor corre livre no tempo da malandragem

Eu alcanço os limites da cidade
Há sangue nos meus cabelos
As mãos deles tocam meu corpo
Vindas de todos os lados
Mas sei que realizei o meu intento
Enquanto corro para dentro do ar

E veja... enquanto nossas vidas se fazem
Acreditamos que por entre as mentiras e o ódio
O amor corre livre
Através dos dias de malandragem.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários