O Corvo falou...

6/04/2013 09:51:00 AM


Quanto mais eu tento, eu fracasso ao começar
Tentar te esquecer, será tão fácil assim deixar de amar?
Arranca essa dor do peito e joga fora esse nunca mais
Arranca essa mentira que "um dia no Éden de outra vida" vou te encontrar


A dor que está em mim
(Me sufoca cada vez mais)
A dor que reside em mim
(Me leva ao desespero)


Quanto mais eu tento dormir, não consigo nem sonhar
E na janela escuto um som, sinal de um presságio
Entra e reina neste coração o mensageiro cruel
Entra e reina nesta paixão, me diz se eu estou errado


O corvo falou assim...

"Que a dor que está em mim, é tão difícil deixar o amo partir
E assim morri na noite sombria de dezembro
Que a dor reside em mim, um fantasma dela me assombra
E seu nome no eco perpetua, a doce canção que nunca mais escutarei"


Deite ao meu lado, juntos esperamos a morte chegar
Por que ela demora tanto, meu mensageiro?

E assim o corvo falou...


"Que a dor que está em mim
(A repetição que não tem fim)
E assim morri em seus braços
(Ficou meu derradeiro suspiro)


E assim o corvo falou...
Quem espera nunca alcança
Um desejo de criança
Você cresce e então vê que a dor é a parte que completa o coração de quem ama!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários