Boa Noite, Boa morte

1/26/2014 08:38:00 AM


Nunca é tarde para dizer um amargo adeus
O quebra-cabeças das sombras se perdeu
Neste quarto escuro jaz um coração
Esperando o sol se pôr novamente

Um quilômetro de trilhas pedregosas
E um anjo choroso esperando a sua volta
Vermes invadem a sua cabeça
Ofereça-me um coração quebrado

Boa noite, boa morte
Este não é o tempo de voltar atrás
As correntes podem ser rompidas em um piscar de olhos
As chamas dançam em suas mãos, me mostre o cristal negro
A minha liberdade não está mais em suas mãos

Esperanças vendidas por um momento de prazer
Pra que esperar você me fazer sofrer
O troco foi dado quando rompi com você
Não espere que eu olhe para trás, durma bem meu querido

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários