Assombrada

7/12/2014 11:02:00 AM


Qual o destino de uma alma esquecida neste enigma da vida?
Qual é o interesse obscuro por trás de minha única rendição?
Numa floresta de desejos, eu procurei
A mágica que perpetua meu nome
Sozinha ou com você seguirei

Qual a maneira de escolher os lados opostos nesta travessia?
Qual a chave que abrirá a porta errada desse mistério?
Numa floresta isolada, eu procurei
Somente você

Coro: 
Lírios imersos em sangue
Não há virtude alguma
Revolta, me escute
Mortos e vivos em seu pentagrama
Lírios imersos em glórias
Não há retorno quando se perde
A honra

Uma noite de horrores, é o que ofereço
Uma noite assombrada, por você eternamente 
Uma noite de amor, estupre minha ira
Assombrando sua sanidade
Imoralidade

Uma noite de horrores regada de pesadelos
Uma noite assombrada, eu implorei
Uma noite de amor, estupre minha ira
Assombrando sua sanidade
Imortalidade

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários