Imunda

7/19/2014 05:09:00 PM


Gritos que ecoam na minha cabeça como uma bomba relógio
É apenas uma maneira nova de morrer
Fraco e impotente por ser um nada, esmagada chama de fogo
É apenas uma maneira nova de ver o amanhecer

Quando juntos olharemos um para a face do outro
Sem reconhecer quem por trás dela reside
Máscara imunda de uma insanidade cantada
Nessa voz melosa, meu desejo de ser

Gritos que imploram por uma chance de esquecer
É apenas alguém que procura sentidos desfigurados
Fraco e impotente por ter tudo e mesmo assim estar vazio
É apenas uma maneira nova de odiar você

Sem motivos para estender sua mão para mim?
Não mereço um olhar sombrio por ser o que sou
Ou me esconder envergonhada pelo o que fiz ontem
Um longo período de tristeza pode me assolar

Quando juntos olharemos um para a face do outro
Sem reconhecer quem por trás dela reside
Máscara imunda de uma insanidade cantada
Nessa voz melosa, meu desejo de ser

Finalmente encontrei uma razão para negar meus medos
E fingir que sou uma humana com um destino feliz
Erros existem e eu não devo ser consertada
Meu tempo passou como as areias do tempo

Não escuto sua voz
Você percebe o sinal
Negar é mais fácil que amar?
Não
É uma maneira nova de deixar de sofrer

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários