Jogos de amor

12/20/2014 09:19:00 AM


Jogos de amor
Quando eu tive o azar de escolher a  carta que você me deu
Uma enforcada e uma rosa caída, lágrimas em vão
Quando tu possuístes parte de mim, não tive escolha
A senhora da escuridão caminha em minhas veias
Só há cantos de dores, clamores por libertação
Mãos podem lançarem pedras em ti, mas ninguém sabe
Como eu pertenço a você



Eu sinto a tragédia nesse canto
Numa luta mortal
E os sussurros nesta noite em trevas
Cobre meu corpo nu na tua cama

Me cobre

De um amor tão eterno como uma promessa de morte
Eu serei a única a amar você do que jeito que jamais sonhou
Não renego teus defeitos que a torna tão humana quanto eu
Vives em mim agora, eu juro que não te esqueço
Um amor para todas as vidas que hão de renascer
Mesmo que sempre se esconda e morra sozinha
Eu quero sentir você

Jogos de amor
Quando eu tive seu corpo em contato com o meu
Uma face tristonha se abriu em um sorriso de luxúria e submissão
Quando nesse fim dos tempos estaremos morrendo para novamente viver
Quando tu possuístes meu coração com uma luz-guia rumo ao paraíso
A senhora da escuridão achará as belezas que lhes foram negadas
Só há cantos de amores,  lindos louvores a confortar
Mãos que podem resgata-lhe do poço de loucuras
Como eu pertenço a você


Por quanto tempo estive sonhando?


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários