Vítimas e vilão

1/08/2015 01:50:00 PM


Acha que sua ignorância nos ensinará a sermos bons?
Acha que seus gritos podem explodir meu núcleo?
Como eu anseio morrer hoje, e se esse desejo fosse real
Eu deixaria ser violada por todas as vítimas de um vilão em máscaras teatrais

Peça por sua vida



Eu me culpo por ser fraca e chorar cada vez que suas palavras me magoam
Eu me culpo por não ter mais esperanças a serem resgatadas como a oportunidade
De uma possível salvação
Tudo que eu sinto é um frio assustador

Acha que sua pureza vale alguma merda nesse mundo onde feri-se para sobreviver?
Acha que sua vida e sua alma nessa conquista de egos é algo que deve ser o cheque-mate final?
Como eu anseio dar-lhes todas as respostas, face a face, reconfortar em seu leito
Eu deixaria toda essa violência e injúrias de lado se me resgatasse deste inferno

Peça por sua vida

Eu me culpo por ser fraca e chorar cada vez que suas palavras me magoam
Eu me culpo por não ter mais esperanças a serem resgatadas como a oportunidade
De uma possível salvação
Tudo que eu sinto é um frio assustador

Nada de desculpas sobre karmas
Reencarnações não tem ciência de seus antigos atos?
Estenda-me o manto do salvador
Guie-me!

Ou me deixe morrer e ser livre!


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários