Meu Drácula

2/18/2015 10:46:00 AM

Resultado de imagem para vampiro gótico
Eu vou morrer em seus braços
Navegar em rios de sangue rumo a eternidade
Dançar as mais sinistras melodias
Enlouquecer sendo sua escrava de prazeres

Me engana ao dizer que não me desejas
Achais que a inocência pode ser comprada?
Dei-me o que é meu por direito
Dei-me o que é meu por direito



Eu vou morrer em sua cama
Deitada sob os véus negros do amanhã
Suspirando a cada noite uma agonia sem fim
Eu necessito provar o néctar divino

Me engana ao dizer que não me desejas
Achais que morta já não sirvo aos teus prazeres?
Dei-me o que é meu por direito
Dei-me o que é meu por direito

Suas mãos hão de tocar meu corpo frio
Sua boca há de aquecer o meu vazio
Eu posso sentir você me enchendo de gozos
Sem amores, estou implorando de joelhos

Suas mãos hão de marcar em meu pescoço
Sua boca na profundidade de meu ser pertencerá
Eu posso sentir a vida voltando às mil cores
Sem amores, estou implorando de joelhos


E no despertar de minhas fantasias
Eu ecoo teu nome
Meu Drácula!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários