Canção

3/19/2015 10:13:00 AM

*poesia antiga anotada em um caderno empoeirado
Resultado de imagem para imagem de um diario gotico
Eu fiz essa canção para ninguém entender
É uma forma de guardar minhas memórias, meus delírios
Coisa com coisa vou misturar, não me interessa se você vai entender ou não
Eu fiz essa canção porque não tinha nada para fazer
Os programas de tv eram um completo tédio repetitivo
Os livros contém mutas páginas para ler e muita coisa pra entender
Vou parar agora para colocar minhas memórias em ordem
Não é uma canção de ninar, mas é boa de escutar
Quanto mais eu escrevo, mais estou perto de acabar



Ah, ah, não imaginei que nessa vida
Hora a hora, tudo passa tão rápido
Ah, ah, não imaginei que fosse perder você
Perdi parte do meu "eu"

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários