Capítulo 15: O medo e o silêncio

3/31/2015 12:26:00 PM

O silêncio reina em meu coração como um sopro invernal a me envolver. Já não tenho medo. Convivi demais com sua ausência que estou sem percebe qualquer resquício de sua voz. Um alívio. Me iludo que encontro a paz que tanto quero ao contemplar a escuridão de meu coração. O medo e o silêncio... Há quanto tempo permaneci perdida gritando em um eco não ouvido de resgate?

Com medo, 

Lindsay.
...
Desconheço a mulher que dorme ao meu lado. A criança que resgatei voltou mudada. Talvez sua experiência ou trauma do mundo dos mortos a tornou tão rancorosa, revoltada, egoísta. Mas mesmo assim, continuo amando-a muito mais que minha vida. As imagens acusatórias de Cassie já não me assombram mais. Ela está feliz porque eu estou feliz por ter Lindsay em meus braços. Sei que isso é anti natural. Mas prefiro pensar que esse momento do presente é um milagre, uma oportunidade de recomeçar do zero. Eu perdi tudo desde que nasci. Não é justo, pelo menos uma vez na vida, que eu não possa sentir a felicidade vibrando em minha vida.

Ass,

Brandon

...

Não tenho o hábito de escrever em diários. Não sei estou sendo influenciada por alguns resquícios de memórias e conversas que eu tive com a garota chamada Lindsay. Ele já é meu por completo! Não posso deixar que descubra quem realmente sou, e que essa Lindsay, na verdade, está bem mais perdida do que eu. Não sei também se um dia ele despertará e se lembrará de mim... Se isso ocorrer, quero saber porque me traiu depois de tanto amor, tanta devoção, tanta doação em prol de um suposto amor, que hoje nada mais vale do que o desejo de uma doce vingança.

Ass: Lady Black Raven

...


MEU SUPOSTO AMOR

No seu túmulo eu prometi resgatar
O amor que tanto doei para ser real
Os sonhos construídos, as lágrimas derramadas
O fim que antecipou nossa separação

No seu túmulo eu prometi reviver
Todo calor que ardia em teu peito
A realidade desta promessa se desfez
Quando evoquei a magia para nos salvar

Nos salvar do eterno lamento da separação
Em meus sonhos não suspeitei de seu suposto amor
A ganância venceu tudo aquilo que eu dei
Para você, minha vida não foi suficiente?
Outra hora mergulharei em novos lamentos
O seu suposto amor me matou

Na colina, fechei meus olhos e em seu sorriso
Eu vi a luz invadir meu paraíso
Me entreguei
E na pena negra há a mágica
Pela qual você vendeu sua alma

Em 20 dias todos estavam ao redor da fogueira
Invocando espíritos, caçando este segredo
E ele sobrevoou os céus e a Terra, levando meu segredo
Eu esperei do outro lado você aparecer e me revelar
O que estava acontecendo, faça essa dor parar

Porque...

Eu quis nos salvar....

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários