Monólogo do fluxo de uma consciência triste

3/26/2015 09:46:00 AM

Resultado de imagem para depressão

Eu me sinto profundamente triste. Ter que acordar todos os dias e perceber que o mundo continua o mesmo ou pior do que já era, é horrível. Um embrulho no estômago me faz renegar o café da manhã. Já tenho vontade de sorrir, nem de ficar bonita, me arrumar, de fazer qualquer coisa além do que simplesmente dormir e pensar em um mundo alternativo e que seja melhor do que aquele que vivo.

Todas as minhas energias foram gastas ontem, na busca pelo tesouro perdido da humanidade: a sensibilidade. Ninguém teme o mal que pratica contra o seu irmão. Ninguém teme a justiça ou o castigo divino que possa abater sob a cabeça daqueles que escolheram caminhos obscuros para seguir.

Mesmo contra a vontade, eu devo sair. Devo encarar o mundo que tanto me assombra, que tanto me perturba. Devo andar pelas ruas sombrias e sangrentas, devo atravessar o beco dos desvairados, ouvir o rogo de perdão, a súplica por ajuda, o tiro de misericórdia, ver muitos venderem seus corpos, suas almas, serem estuprados pelas drogas e bebidas, mendigando pela sobrevivência, maltratados por seus semelhantes... No final de tudo, devo encarar ainda nos olhos das pessoas?


Tento correr e me esconder. Não dá. Tento gritar, me sufocar, rogar, esperar... Não dá. Não dá pra negar e dizer que não faço parte do sistema, que também sou responsável por tudo isso. Preciso me reerguer e ajudar, continuar minha busca primordial pelo Santo Graal da humanidade, que é a sensibilidade. 
Resultado de imagem para mundo em caos
É de partir o coração perceber a nossa indiferença para com as dores de pessoas/animais que estão tão próximos a nós. Fingir que o problema não é seu, é uma válvula passível de escape, de negação. Mas a sua consciência (se você ainda tiver uma), ao dormir, não te perturba? Não  te cobra? Não te acusa? Não te questiona? Não lança imagens acusatórias de um presente que é seu? Não mostra um mundo distópico e mergulhado no caos, que não é seu?

Pare! Pense! Abra a sua mente. Se conecte as profundezas de seu coração e permita que a energia do perceber e sentir se faça presente em sua vida à partir de agora! Veja e lute! Ouça e ajude! Questione o silêncio. Questione sua cegueira. Questione sua mudez! 

Salve o inocente! Seja o pão de cada dia! A água da vida! A bengala do velho! A luz do cego! O afago da criança e do animal abandonado! Seja a sinfonia do amor que desperta de um mundo ausente de Deus, mas que nunca perdeu a fé em pessoas como você, que assim como eu, tem o desejo de fazer um por um despertar para o mundo de um novo amanhecer.

E por fim, eu vejo que eu estava abatida pelo o que descobri e pelo medo. Desistir não existe no meu vocabulário. Saio do poço depressivo no qual estive por algumas horas e ergo a cabeça, partindo em direção a um novo dia de lutas!
Resultado de imagem para deus é a luz

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários