Solidão

4/11/2015 09:53:00 AM

*poesia antiga anotada em um caderno empoeirado
Resultado de imagem para mulher dirigindo
Sentimento que não se define
E se espalha por todo o meu corpo
E eu fico assim
Calda com minha solidão
Sem nenhum ruído
Sem nenhum grito ou palavra
Nem devo pensar
Pois não há espaço para isso
Já não importa mais
Não tem sentido estar aqui


E eu fico assim
Não quero saber de outro alguém
Não escrevo, nem falo, nem durmo
Nada ao meu redor me importa
E se eu choro, talvez alivie
Mas não importa a solidão
Sem você minha vida
Ficou assim e não tem como mudar
Já não importa mais
Não tem sentido estar aqui

Então pego o carro
E vou à mil
Seguindo a estrada
Até o fim
Não tô nem ai
Só quero fugi
Da solidão
Ela me persegue

Então pego o carro
Devo agir
Seguindo a estrada
Tenho que conseguir
Não tô nem ai
Só quero fugir
Da solidão
Ela me persegue

E devo me libertar
Já perdi muitas horas
Tenho que me autoajudar
O sol brilha pra mim
Tenho que me libertar
Já perdi parte de minha vida
E não quero perder mais
Por tudo isso que você causou
Já está na hora
De você sair
Do meu coração
Do meu coração!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários