Capítulo 15: "Vítima de um ritual"

6/18/2015 07:43:00 AM

"Chave da vida e da morte, eu te possuo.
Espíritos e entidades de outros mundos, eu te invoco!
Eis aqui o meu pecado, peço perdão e entrego minha alma.
Que se desfaça os laços que nos une."


"Não!" Gritou Lindsay. Era a voz dela. A Lady também estava presente, mas a verdadeira voz da minha pequena Lindsay foi mais forte do que tudo. "Se eu soubesse que você iria morrer comigo. Nunca havia aberto seus olhos..."



"Tolos! Todos nós fomos tolos. Eu lamento, Lindsay e Brandon, mas eu não sabia disso também. Temos um consenso, Brandon. Você não pode morrer! Não agora, não aqui. Você foi a pior de todas as vítimas. E é de nossa vontade, duas almas em um corpo só, dois amores, duas vidas, que nós nos unimos para uma única prece!"



"Brandon?", disse Cassie. Poderia Brandon está ficando louco?



"O que está acontecendo comigo? Que parte me minha jura de libertar Lindsay eu havia esquecido? O que são esses espíritos diante de mim? Tentações? Obstáculos? Testes? Sou fiel ao seu amor, Lindsay! Me perdoe, Cassie..."



***
Parecia um terremoto. Mas eram as energias conflitantes espirituais naquele recinto. Eu não podia parar o ritual. Não agora que eu estava decidido. Eu causei todo o mal a Lindsay, não a Lady. Eu fui a pessoa que procurou o meio de ressuscitar os mortos. Então, eu deveria purificar sua alma a todo custo, limpar sua alma de qualquer crime ou pecado. Eu e somente eu. Minha vida nunca valeu nada mesmo. Não havia o que temer. Puxei a pena negra que mais brilhava:


"Finalizo minhas rezas com a oferenda que lhe falta. Consome minha vida agora e para sempre minha..." Senti minha respiração se dissipando. Minhas pernas não aguentam sustentar o meu corpo. No chão caí, porém mantive as forças em minhas mãos, pressionando com mais força a pena do corvo. Lindsay ou Lady gritou um "Não!" inaudível. Eu precisava continuar...  "consome para sempre minha alma!"



Um estrondo rompeu o céu e um raio caiu em cima de nós. Fomos separados e não pude ver mais nada, pois um véu negro agora cobria meus olhos.



Ass: Brandon






Ritual

A chama sagrada queima de novo
O círculo mágico por toda a sua volta
Queimando como a inocência do amor
Deixe a névoa cercá-lo

Girando como a Roda da Fortuna
De mão em mão, rezamos juntos
Aparecem visões de um mundo futuro
Na medida que a chama sagrada queima

E lá está um rosto
Da fumaça uma face está se erguendo
Anciã, como a razão da vida

Deixe seu corpo próximo a mim
Há um ritual ansiando por nós
Como uma coisa que você espera por toda sua vida
Agora deixe se entregar

E lá está um rosto
Da fumaça uma face está se erguendo
Mística, como a razão da vida

Chama sagrada
O ritual anseia sem você
Entenda
O Mistério mente sobre você
Mais uma vez o destino cruzou nossos caminhos
Na medida que a chama queima...

Agüente
Pois preciso de você
E quero saber
O que demorou tanto...
E sua fortuna
Você só precisa entender!

A chama sagrada continua queimando
Fechando o círculo, novamente juntos
Uma vez em volta e vindo cada vez mais
Apenas pra começar tudo de novo

E lá está um rosto
Da fumaça uma face está se erguendo
Mágica, como a razão da vida

Chama sagrada
O ritual fracassa sem você
Entenda
Os mistérios mentem sobre você
Mais uma vez o destino cruzou nossos caminhos
Na medida que a chama queima e mais uma vez
O destino cruzou nossos caminhos
Na medida que a chama queima...!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários