Em respeito a Natureza, eu... ouço Omnia

6/29/2015 03:36:00 PM

Omnia é uma banda holandesa denominada de neoceltic pagan folk. Suas músicas falam de várias manifestações culturais de vários cantos do mundo, especialmente da Irlanda , Inglaterra e Pérsia .
Eles cantam em Inglês , irlandês , finlandês , alemão , holandês , sueco , latim.
Membros
  • Steve “Sic” Evans van der Harten ( vocais , flauta dupla ,  apito , bouzouki , darbukka , Dombek, davul , harpa de boca )
  • Jennifer “Jenny” Evans van der Harten (vocais, harpa ,  piano , sanfona , Bodhrán , )
  • Daphyd ”Raven” Sens ( harpa de boca, voz)
  • Rob “Raido” van Barschot ( bateria e percussão)
  • Satrya Karsono (violão e backing vocal)
 A utilizacao de instrumentos um tanto quanto exóticos ajudam a produzir melodias relaxantes, hipnóticas e excitantes, que atingem a profundidade de nossas almas, atuando como uma espécie de meditação e evocação de nossas essências espirituais. As músicas mesclam recitação de poemas, preces, instrumental, etc.
  • A espiritualidade pagã é o ponto máximo explorado nas letras da banda. Não é algo dito da “boca pra fora”. É algo vivenciado pelos integrantes da banda e transmitido em suas músicas, a filosofia de vida, o amor pela natureza, a magia, liberdade, o respeito pelos diferentes seres, a literatura, a mitologia, a história.
    Em um artigo na internet intitulado “Omnia: o melhor da música pagã” de Wallace William “Kunvelin” explica a respeito de algumas canções da banda. Devido a qualidade deste trabalho, reproduzo pequenas citações referentes à algumas músicas dessa banda:
     “Morpheus é uma canção onírica, lenta e atmosférica, tocada na flauta de Pan e no bonzouki, mais do que digna de nos lembrar o deus dos sonhos, é capaz de nos fazer sonhar com o antigo mundo grego, principalmente se pensarmos na vida fora da pólis.”
     “ Morrigan é um hino, iniciado com uma descrição poética sobre a guerra na Irlanda antiga e sua deusa sobrevoando suas colinas e campinas em busca dos mortos, seguida por uma bela melodia na tradicional flauta irlandesa tin whistle, mas com um ritmo muito mais tribal que a música irlandesa contemporânea, e culminando com os gritos por Morrigan, a Anciã da Guerra, junto às ações de guerra, demonstrando que eles reconhecem a deusa da guerra, não a suavização que muitos buscam Nela.”
     “ Prayer for Ísis é outra oração, desta vez em egípcio, em honra a Aseth, e poderia ser facilmente transcrita para algum ritual do Khemetismo.”
    http://www.lastfm.com.br/music/Omnia/_/Prayer+for+Isis+(Isis)
    “Witches’ Brew inicia mais uma jornada pagã, dando uma nova profundidade às três bruxas de MacBeth, em uma canção que evoca diversão e mistério. The Raven traz à tona a magnifica musicalidade do poema de Edgar Allan Poe, em uma interpretação maravilhosa.”
    “ Shamaniac é uma mostra de respeito aos cânticos xamanicos ancestrais fino-ugrianos”.
    Informações extraídas do site: https://sites.google.com/site/brasilkeltia/inspiracao/omnia-o-melhor-da-musica-paga-atual




  • Share:

You Might Also Like

0 comentários