Capítulo 09: O encontro

1/25/2016 08:28:00 AM

Eu e Makato decidimos atravessar a Ponte dos Espíritos. Logo assim que decidimos o próximo passo, fomos surpreendidos por almas penadas, que começavam a sair de sua toca e se dirigiam provavelmente ao nosso reino. Isso foi pra lá de estranho. Elas estavam escapando com sangue nos olhos e uma fúria incontrolável. Isso com certeza me deixou mais amedrontada, pois eu não sabia há quanto tempo essas almas estavam escapando e rumando para minha cidade. O fato é que agora deveríamos impedir as que estavam escapando diante de nossos olhos, nem que isso atrasasse um pouco o nosso plano de visitar o mundo dos mortos.

Makato se dispôs a lutar primeiro, enquanto eu convoquei um corvo, que habitava tal lugar: instrui-o a levar a mensagem o mais rápido possível ao castelo onde residiam meus pais, a fim de que se preparasse para a batalha contra os espíritos, para não serem pegos desprevenidos, com esperança de que o pássaro-mensageiro chegasse mais rápido do que essas almas atormentadas.

Lá, meus pais convocariam seus exércitos e alertariam os outros reinos dessa provável ameaça. 

***

Enquanto isso, além da Ponte dos Espíritos, em um local intocável ainda pela magia do Mago Negro, o nosso Mago Ancião dava continuidade aos preparativos para a nomeação de meu estimado amigo Hélis como o novo Destruidor. Não é necessário descrever a tensão de todos presentes naquele ritual, onde o fator tempo com certeza se negava a ser nosso amigo. Logo, almas que serviam ao novo lord de seu mundo, rastrearam o local onde estava o Mago Ancião e invadiram o recinto. Por nossa sorte, tudo havia transcorrido de forma perfeita para aquela ocasião medonha.

Enquanto Hélis e o Mago Ancião lutavam para desviar a atenção das almas de Aiada, minha amiga foi orientada pelo Mago Ancião a ir ao castelo do Mago Negro:

"Leve esta estrela guia com você. Ela mostrará onde você encontrará o Livro do Conhecimento. Vá rápido e tenha bastante cuidado. É só uma questão de tempo até o Mago Negro chegar aqui para nos confrontar. Isso lhe dará tempo para resgatar o livro que lhe pertence!"

Mal Aiada sabia que o contato com o Livro seria o despertar da perda em seu espírito...

***
A notícia do local onde o Mago Ancião e Hélis estariam, logo chega aos ouvidos do Mago Negro. Juntamente com seu exército dos malditos, eles estão a marchar rumo ao local da nossa batalha final.


***
"Nosso verdadeiro mestre foi nomeado agora! Devemos seguir a verdadeira morte deste mundo e não um fajuto manipulador de almas!", disse Bruxelis Kim. Ao seu lado estava Kayska.

"Nós ainda temos poder apesar de nos encontrarmos nessa dimensão. Tudo que devemos fazer é usá-lo para servir ao nosso real mestre, meu filho! Sinta-se seu chamado, ecoando pelos véus do invisível mistério! Avante!", finaliza Kayska seu discurso. "Sigamos as trevas, rumo a luz!"

E assim, as almas das pessoas que Hélis mais amou e mais odiou na vida, estariam juntas em sua última batalha, para assim estarem submetidas aos castigos ou descansos merecidos. Cada uma delas, com seus motivos específicos, de raiva pela manipulação ou pelo senso de justiça adquirido diante de suas mortes, estavam prontas para ajudarem a restabelecerem o equilíbrio, no qual, ambas se sentiam amarguradamente culpadas por tal situação.

Ass: Saíres

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários