Desvairada

1/30/2016 06:27:00 AM


*poesia antiga anotada em um caderno empoeirado
Resultado de imagem para louca
Vejo tantas oportunidades que perdi
Por ficar pensando demais e não agir
E agora que não posso mudar
Deveria aceitar essa situação

Não, não, não!

Eu podia ter lutado por você
Ao invés de deixá-lo partir
Não sou eu que faço as regras
Elas já estão escritas no livro

Não, não, não

Não posso ficar pensando
Eu tenho que agir
Não posso me culpar
Estou tão desvairada

E quanto tento esquecer
Eu sofro mais
A cada instante que vivo
Não dá pra aguentar
Mas com o tempo
Tudo volta ao normal

Por mais que eu tente traduzir
Não tem dicionário que me ajude
As palavras não estão se encaixando
Tudo está mais confuso

Não, não, não!

Se às vezes o erro faz parte
No final pode chegar a recompensa
E assim teremos mais méritos
E a história pode acabar!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários