Fantasmas do tempo

1/24/2016 11:18:00 AM


*poesia antiga anotada em um caderno empoeirado

Resultado de imagem para fantasmas do passado

A mesma história se repete
Eu acho que vou enlouquecer
Fatos que marcaram minha vida
Voltam a ada hora para lembrar
O quanto sou fraca
Diante dos desafios mostrados

A mesma ideia já foi lançada
Papéis jogados ao vento
Renunciei tudo pata esquecer
A dor só faz aumentar
Estão passando o filme
Eu estou assistindo agora

Quero escapar desta rotina

Fantasmas do tempo
Que insistem em querer mostrar
O que eu quero esquecer para sempre
Por que devo ver tudo agora?

O mesmo sentimento registrado
Meu coração vai a mil
Qualquer momento, tudo vai parar
Não vejo a hora disso passar
Fechos os olhos para imaginar
Mas não posso ouvir esta história

Querendo sempre me assustar
Escuto a melodia que acompanha
Essa história tem que terminar
Não posso ficar sentada
Sem fazer nada, só a esperar
Enfim, por enquanto acabou

Quero escapar desta rotina

Fantasmas do tempo
Não posso curar as feridas
E continua ainda o show
Por que devo ver tudo?

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários