Capítulo 18: O fim do diário da Lady

2/05/2016 07:14:00 AM

Começo com palavras que não são minhas...


"O amor é assim, enquanto te traz a maior felicidade do mundo também te traz a maior tristeza. É um paradoxo" (A.A.M.http://pensador.uol.com.br/)

"E que possamos nos permitir seguir a vida com outros planos e sentimentos, tendo o término como pano de fundo para outros quadros, com outras cores e perspectivas - enquanto seguimos pintando, de alma leve e consciência tranquila." (http://lounge.obviousmag.org/)

"A primeira vez que ouvi falar no fim do mundo, o mundo para mim não tinha nenhum sentido, ainda; de modo que não me interessava nem o seu começo nem o seu fim" (O fim do mundo- Cecília Meireles)

"Creio que será permitido guardar uma leve tristeza, e também uma lembrança boa; que não será proibido confessar que às vezes se tem saudades; nem será odioso dizer que a separação ao mesmo tempo nos traz um inexplicável sentimento de alívio, e de sossego; e um indefinível remorso; e um recôndito despeito" (Despedida- Rubem Braga)

Foi muito bom o período em que pude compartilhar um pouco de minha vida com vocês, e melhor ainda receber o carinho e o entendimento daqueles que se identificaram com os textos reais de um diário nada convencional. Mas ele foi motivo de polêmicas familiares, que quase me fizeram desistir de meu fazer literário. Acredito que devemos ser transparente em nossos sentimentos. O mundo seria mil vezes melhor. Mas deixe que minhas metáforas e alegorias, transmita os meus dilemas não importando se será par o riso de muitos e tristeza de outros. O importante é que mesmo mascarada sobre meu nome real Raquel Alves ou meus alter-egos Lady Black Raven ou Sacerdotisa Justine, você pode entender um pouco de meus dilemas, mergulhar em meu mundo de sonhos, e compartilhar de uma boa taça de vinho, a luz de velas, sendo conduzido pelas palavras a um mundo que é tão meu quanto seu.

Obrigado!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários