Resenha da 10ª temporada da série Arquivo X

2/23/2016 06:55:00 AM


Dia 26 de janeiro de 2016. meia-noite. Horário senão simbólico senão para uma grande estreia: a volta de uma das melhores séries ufológicas de todos os tempos: Arquivo X. Após os eventos anteriores, a verdade que o agente do FBI Fox Mulder tanto buscou, estava ligada ao "dia da invasão final dos alienígenas", que de acordo com os maias, seria o dia do início do apocalipse ou fim do mundo.

Relembre as antigas conspirações de Arquivo X neste ensaio:
CARACTERES56 CARACTERES 57Dois estudiosos e pesquisadores da ufologia res-saltam os aspectos positivos e negativos da sé...

Em 2016, Mulder e Dana Scully retornam ao Arquivo X, convictos de que a verdade não está mais lá fora (no espaço, em um campo de vista distante do homem), mas sim AQUI, tão presente e tão viva no convívio diário das pessoas que continuam ainda com vendas nos olhos e alegando que "tudo não passa de um efeito da visão" (como diria nosso amigo Padre Quevedo) ou que isso não passa de uma estratégia humana em depositar sua fé no fantástico e imaginável (porém real!).

S10E01 – My Struggle 
S10E02 – Founder’s Mutation 
Agora, usando engenharia reversa, o governo, maior manipulador do povo, da economia e das guerras, continua com o seu joguete. É nítido a intertextualidade com o acúmulo de revelações, afirmações, documentos e supostos eventos que estariam ligados à ficção, se não fossem oriundos de nossa realidade. Novamente, teias conspiratórias (estilo Illuminati) estão sendo traçadas, cujo o único objetivo é a aniquilação de parte "desmerecedora e não evoluída da humanidade".


S10E03 – Mulder and Scully Meet the Were-Monster 

Nossas ações cruéis e distorcidas devem ser responsabilidade de monstros que criamos para justificar tais crimes e sairmos impunes de tal situação? E quando um monstro resolve viver como um humano? Ele se torna um ser encaixado nos moldes sociais? O enfrentamento diário de dilemas humanos, de necessidades de sobrevivência, trabalho, alienação e solidão... Às vezes é preferível deixar de lado o "normal e confuso" ser humano e assumir a sua natureza "anormal e monstruosa". 


Resultado de imagem para arquivo x trashman
S10E04 – Home Again 

As pessoas tratam-se como lixos! Neste episódio o mito dos budistas tibetanos chamado de TULPA é a marca clássica de episódios de lendas urbanas da série. O Tulpa é o resultado da forma de pensar da mente humana ( o corpo manifesta desejo transferido ao tulpa). Além disso, Scully perde a mãe e reconhece que sua ligação com o seu filho William, entregue a um lar adotivo par escapar das conspirações, deve ser refeito.

"E eu quero acreditar que nós não o tratamos (William) como lixo" diz Dana a Mulder no final do episódio.

S10E05 – Babylon 

Poderia ser um episódio esteriótipo de que todo islâmico pode carregar uma bomba e explodir tudo em nome de sua fé ou crença mal interpretada: contudo, o episódio fala sobre Deus, mistérios (em um ponto no qual a vida e a morte estão conectados), mártires do mundo moderno, o poder da indução, linguagens que deveriam se basear em um único sincretismo: o AMOR. Temos um flash do Canceroso chicoteando Mulder; de uma mãe chorando pelo seu filho que está queimado e mutilado por explodir uma bomba; de uma propaganda de ódio aos diferentes; o nosso querido trio "Os pistoleiros solitários"; e a maior lição de todas: SOMOS SERES HUMANOS E POR MAIS QUE HAJA DIFERENÇAS, A NOSSA ESSÊNCIA É A MESMA E É AÍ ONDE RESIDE A VERDADEIRA PAZ, RESPEITO E CONVIVÊNCIA SINCRÉTICA DO SER HUMANO!

Eu estava cansada e não assistir ao último episódio. Confessei meu crime. Mas hoje a noite será exibido na FOX BRASIL o episódio 6, dublado a partir das 22:30 h.

Então ficarei devendo minhas impressões finais :)


Aproximadamente 22 horas. Era pra eu ter postado há um bocado de tempo. Não resisti e assisti ao episódio em inglês sem legenda, apesar de ter entendido a história, mas não contextos específicos. E um temporal que caiu aqui na minha cidade vai deixar meus planos de assistir ao episódio dublado pra uma outra hora. Mas já tenho as minhas impressões:


O mundo já não é mais nosso. Disso tenha certeza. O sexto episódio (season finale) começa com uma retrospectiva de Scully sobre tudo que vivenciou no Arquivo X, especialmente de como sua fé e crença foram testadas. No clipe, a frase This is the end, anuncia o fim para parte dos cidadãos americanos que estão sendo vitimados por um vírus biológico, no qual, a única salvação será a vacina desenvolvida por Scully a partir de seu dna alienígena, que a torna imunde de tal vírus. Como sempre, este é mais plano de Canceroso e sua corja de superiores. Anunciando a Mulder que ele será o novo Criador de um novo Mundo, Canceroso faz um convite a Mulder para que pertença a sua nova gêneses. No final, uma nave alienígena, (que para mim, parece ser a do governo, baseada em engenharia reversa), abduzirá Mulder e Scully.

É o fim para a raça humana? O fim da verdade? Ou a continuação da vida, provando que o ser humano é uma espécie adaptável?

Final digno e que deixa água na boca. Só espero estar viva para assistir a 11ª temporada. Por favor, FOX, não demore tanto tempo para nos presentear com Arquivo X!






  • Share:

You Might Also Like

0 comentários