Capítulo 10: Vozes dos excluídos (fim do diário)

4/16/2016 09:51:00 AM

Nós somos as vozes dos excluídos!
Nós somos o buraco negro da sua mente
Nós somos os soldados das sombras
Nós somos os únicos corajosos

Lábios roxos da criança
Olhos vazios e bocas seladas
O toque gélido do mestre

Sonhos são gerados
Lembranças vazias vem aqui
Palavras mal compreendidas pelo mestre

Morte, sua máscara, minha única certeza!
Amor, em cada passo da vida hei de escrever sobre tua elegia
Nós somos as vozes dos excluídos!
Nós somos o buraco negro da sua mente
Nós somos os soldados das sombras
Nós somos os únicos corajosos

Céu azul acima de nós
O sol está surgindo de novo
Para salvar meu próprio pesadelo

Doce desejo das sombras
O pavor da magia está morrendo
E surge o sopro dos desesperados

Morte, sua máscara, minha única certeza!
Amor, em cada passo da vida hei de escrever sobre tua elegia

A tinta da pena se extingue
Com a última gota de sangue do mais novo poeta que desperta sua arte
Você continua cego pela mentira e nós caminhamos rumo ao fim
Conscientes da escuridão em nossa mente, mas rindo e cuspindo na ferida dos outros
Pisando no solo ardente dos excluídos, pois somos controlados pelo tempo
Apesar de sermos as vozes silenciadas de hoje!


Para mais informações da continuação deste diário, leia a matéria abaixo:

 Sinopse: Mulheres enigmáticas, inocentes e doentes, muitas vezes levadas à força pelas garras da morte. Elas perturbam e abalam os corações de homens românticos que não conseguem se desligar ou desapegar da imagem daquelas que um dia foram suas musas e donas de seus corações sofridos e machucados pela dor da perda do ente amado. Essas "mulheres-anjas"tornaram-se espectros que assombram a vida dos personagens de Poe,e consequentemente, reflete a própria aflição do escritor. 

Elas lutam para permanecerem vivas na mente daqueles que, nos dias mais gloriosos de suas vidas, juraram amor eterno. Conheça as mulheres reais e ficcionais da vida de um dos grandes gênios do cenário da Literatura Universal.

Quem foi Edgar Allan Poe?  Uma das figuras mais importantes e enigmáticas da Literatura Americana, e especificamente do movimento literário denominado “Early Romanticism” (romantismo precoce), é o escritor, poeta, crítico literário Edgar Allan Poe. Sua vida fora um mister conturbado de problemas familiares, financeiros, vícios, amores, dores. Majestosas obras de arte surgiram da manipulação de suas palavras. Suas obras são lembradas pelo incrível e impressionante talento narrativo, que giram em torno da natureza humana, dando ênfase às alucinações, as mentes inquietas e febris, personagens neuróticos, obsessivos e fascinados pela morte, vocacionados para o crime, dominados por maldições hereditárias, que oscilam entre a lucidez e a loucura (estados mórbidos da mente, subconsciente). Os cenários são sombrios, repletos de elementos de morte e fatalidade (o fatalismo e mergulho no lado desconhecido da alma humana, revelando uma vivência pessoal que fez de Poe, um dos principais escritores da Literatura Universal).

Booktrailer: 
 
Onde comprarBookess Versão Impressa com frete grátis: 46, 53R$
                           Clube de Autores Versão Impressa sem frete: 32,89 R$
                           Agbook Versão Impressa sem frete: 32,89 R$ 



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários