Tag: Desafio 12 meses de Poe (maio)

5/24/2016 11:37:00 AM

Resultado de imagem para conto revelação mesmeriana
O conto de Poe deste mês aborda um método desenvolvido pelo médico alemão Frederico A. Mesmer, a partir do magnetismo animal. A história construída por Poe aborda um mesmerizado doente e o protagonista que fora chamado urgentemente para em um primeiro momento aliviar as dores asmáticas deste enfermo, que assim começa falando sobre o mesmerismo:
 Resultado de imagem para conto revelação mesmeriana
Não posso explicar melhor o que penso senão pela hipótese de que a intensificação magnética me capacita a perceber um encadeamento de raciocínios que, em minha existência anormal, me convence, mas que, em plena concordância com o fenômeno magnético, não se estende, a não ser por meio de seu efeito, à minha condição normal. Estando magnetizado, o raciocínio e a sua conclusão, a causa e seu efeito, estão juntamente presentes. No meu estado natural, desaparecendo a causa, só o efeito permanece e talvez só parcialmente. (p. 03)

É realçado o profundo autoconhecimento de que é magnetizado. Isso me leva a pensar no método da maiêutica proposto por Aristóteles, no qual leva o ser a buscar respostas a certas indagações que tal indivíduo nem suspeita que haja em seu subconsciente. Sr. Vankirk entra em transe mesmerêutico em sonho. É lançada perguntas e respostas, dentre as quais ambos discutem sobre o que e como podemos ver a manifestação de Deus, o que é a matéria inarticulada e sua relação com o espírito e alma.
Resultado de imagem para conto revelação mesmeriana
A verdade é que não se pode conceber o espírito sem que seja possível imaginar o que não é. Quando nos lisonjeamos por haver formado essa concepção, apenas iludimos a nossa inteligência com a consideração da matéria infinitamente rarefeita. (p.04)

Deus com todos os poderem atribuídos ao espírito não é senão a perfeição da matéria (...)O homem é uma criatura. As criaturas são pensamentos de Deus. E é da natureza do pensamento ser irrevogável. (p. 05)

O sr. V chega a conclusão de que
Em geral, esse movimento é o pensamento universal da mente universal. Esse pensamento cria. Todas as coisas criadas são apenas os pensamentos de Deus.

Para o mesmerizado o homem passando pela metamorfose da morte (semelhante a metamorfose que ocorre com a borboleta, por exemplo), sempre terá um corpo.
Nossa atual encarnação é progressiva, preparatória, temporária. A futura é perfeita, final, imortal. A vida derradeira é o fim supremo. (p. 06)
 Resultado de imagem para conto revelação mesmeriana
As indagações de Sr. V é de que o estado magnetismo está relacionado com uma espécie de morte.  No final de suas palavras, o narrador nota que as palavras já saem fracas e ao tentar acordar o magnetizado, nota que seu corpo está gélido: sr. V estava morto. A dúvida que paira no ar é se o sr. V em seu último discurso

Ter-se-ia, realmente, o magnetizado, na última parte de sua dissertação, dirigido a mim lá do fundo das regiões das sombras? (p. 08)

Conheça mais sobre meu livro, clicando na imagem abaixo:


Nas sombras de seu coração

Oh, Deus! Esta é a realidade? Tão cruel, tão fria, tão vazia?
Oh, Deus! Esta é a realidade? Tão negra, tão ferida, tão hostil?
Deixe-me ser tragado pelas sombras das palavras
Leve-me para mais fundo, agora! E me deixe morrer lá

Oh escravo, eu sou seu novo Senhor
Sem lágrimas, eu prometo amar sua dor
Oh escravo, eu sou a esperança agora
Sem lágrimas, eu prometo salvar sua dor

Oh, Deus! Uma alma triste reza em seu último suspiro
Oh, Deus! Uma alma desaparecida quer ser livre
Deixe os restos da piedade envolver meus sonhos
Leve-me para mais fundo, agora! E me deixe morrer lá

Oh escravo, eu sou seu novo Senhor
Sem lágrimas, eu prometo amar sua dor
Oh escravo, eu sou a esperança agora
Sem lágrimas, eu prometo salvar sua dor

“Nas profundezas do sonho me perdi
Cada brecha de luz é encoberta de arrependimento
Lábios ressecados e congelados pelo veneno da vida
Brotam do seio apodrecido, insetos do destino
O tempo acabou de dar sua gargalhada
A dama morreu pensando em seu nome
O Lord que ela tanto amava deixou-a agonizar sozinha
Deus, ouça as preces dela! Ela está descansando em paz?
Só um minuto para terminar a canção
E mais uma badalada do relógio desta fantasia
O amor não pode salvar você agora
Continue caminhando nas sombras de seu coração...”

No blog da Anna Costa e no facebook oficial do projeto, o conto escolhido para ser discutido este mês foi HOP-FROG

Anna Costa
Acompanhe a discussão coletiva das impressões da primeira obra de Poe neste ano de desafio de leitura ;)





  • Share:

You Might Also Like

0 comentários