Penitência

8/03/2016 07:37:00 AM




*poesia antiga anotada em um caderno empoeirado
Resultado de imagem para penitencia gótica
Puxando o mundo pelas costas de um homem
(Hei de testar a força de seu sacrifício)
Pois as linhas tortas escritas de mentiras
Podem me dizer qual é a sua fraqueza
(Oh! Ela ainda chora no barco de lamúrias por você!)

Puxando a ignorância no chicote que lhe rasga
(Hei de ser a marca mais real de seu corpo)
Pois a penitência começa com o seu rogo
Podem dizer que sou cruel contigo
(Oh! Ela ainda espera que o amor suporte tudo!)

Uma mão pode lavar a face oculta e tão imunda?
Uma mão pode segurar o mundo e ainda brincar comigo?
Uma mão pode conduzir instrumentos torturantes?
Mas eu não serei a única a participar

Uma mão pode ser suficiente para apontar um novo caminho?
Uma mão pode castigar as criaturas em jubilas demências?
Uma mão pode afagar minha cabeça neste eterno repousar?
Mas eu não serei a única a participar

De sua penitência!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários