#Tag 12 meses de Poe (novembro)

12/03/2016 01:15:00 PM

Resultado de imagem para conto revelação mesmerianaTive alguns imprevistos em novembro, por isso está tudo atrasado. Mas logo vou finalizar este desafio. Agora posto o texto lido em novembro: o conto Ligeia

Lady Ligeia

Na mitologia grega Ligeia (Doce Sonoridade) era uma das sirenes, seres metade ave e metade mulher, filhas do deus-rio Aqueloo e da musa Terpsícore, ou filhas de Aqueloo com Estérope, filha de Porthaon e Euryte, filha de Hippodamas. Existem várias versões sobre os nomes das sirenes, algumas delas são Telxiépia, Pisínoe, Aglaope, Ligeia, Parténope e Leucósia.
"Ligeia"  é um conto do escritor americano Edgar Allan Poe, publicado pela primeira vez em 1838. A história segue tem um narrador sem nome e sua esposa Ligeia, uma bela e inteligente mulher de cabelos negros. Ela adoeceApós sua morte, o narrador se casa com a Lady Rowena. Rowena fica doente e ela morre também. O narrador fica perturbada com o seu corpo durante a noite, porém  Rowena retorna do mundo dos mortos  transformada em Ligeia. A história pode ser alucinação do narrador/personagem, já que ele é usuário de ópio. 
Link para baixar o conto                                   èhttp://www.newstd.com.ar/Poe,%20Edgar%20Alan/Ligeia.pdf



Já no campo musical, destaque especial para a banda italiana Belladonna 
Formada em 14 de fevereiro de 2005, em Roma, Itália por Luana Caraffa e Macchi Dani. Durante o curso dos meses seguintes Belladonna escreveu e gravou muitas canções, onze das quais , algumas se tornariam seu primeiro álbum completoMetaphysical Attraction  

Membros
§  Luana Caraffa 
§  Dani Macchi 
§  Licia Missori 
§  Tam Scacciati 
§  Mattia Mari 

 

álbums

  §  Metaphysical Attraction (2006)
  §  The Noir Album (2009)
  §  And There Was Light (2011)





BELLADONNA "Mystical Elysian Love"

Toxic oxygen
Opium for my brain
Poison fantasy
I do not feel ashamed
When I look at you
My libido takes control
When I look at you it's mystical
Mystical Elysian Love

High on estrogens
Venom for my veins
Long lost innocence
But nothing is in vain
When I am with you
my hormones take control
When I am with you we're magical
Magical Dionysian Gods

Overwhelmed by one obsession
On an Odyssey obscene
Overflowing fire oozin' free
Ecstasy everlasting
Excess' so exquisite
Experiencing the bliss extreme

Mystical Elysian Love

Drunk on luxury
Elixir divine
When it's just skin deep
Sin is not a crime
When I'm touching you
Venus takes control
When you're touching me it's mystical
Mystical Elysian Love

Overwhelmed by one obsession
On an Odyssey obscene
Overflowing fire oozin' free
Erotica everlasting
Excess so exquisite
Experiencing Eternity

Mystical Elysian Love

Overwhelmed by one obsession
On an Odyssey obscene
Overflowing fire oozin' free
Ecstasy everlasting
Excess' so exquisite
Experiencing Eternity

Mystical Elysian Love

Link para baixar o cd da banda
http://www.mediafire.com/?703fc365q838qq5




E é claro, fazendo referência ao texto lido, temos a poesia referente a este trabalho de Poe, retratado em meu livro "As mulheres de Poe"
Renascimento

(Para Ligéia)
“O homem não se submete aos Anjos,
Nem se rende inteiramente à morte,
A não ser pela fraqueza de sua débil vontade.”

Ato I (A beleza de Ligéia)
Nem os deuses se comparam a sua beleza
Tristes olhos no céu resplandecem
Uma negra estrela brilha para mim
E eu sei que você reside nela.

Tão escuro como as asas da ave agourenta
Tão profundo quanto o oceano, eu estou imerso
E preso a esse sentimento, de coração partido.

Ato II (A morte de Ligéia)
É chegado a hora do descanso eterno
Em meu leito eu vejo sua sombra
Ponha a mão em meu cadáver
E ouça os lindos versos que eu fiz.

“Vede! É noite de gala... Turba de Anjos alados...
Onde há um drama singular de esperança a agonia
Uma orquestra derrama das esferas, a doce harmonia.”

Ato III (O lamento de Ligéia)
Escolhestes outra como tua companheira?
E a mim? Abandonada nesse túmulo sozinha?

Eu renascerei para recuperar o que é meu
Eu renascerei para recuperar o que é meu
Escolhestes esquecer da dor?
Mas ela me mantém viva dentro de você
Eu renascerei para recuperar o que é meu
Eu renascerei para recuperar o que é meu
Minha canção ressoará em sua mente.

Ato IV (Delírios do Ópio)
Em silêncio, embriagado de desejo
Não consigo me desfazer da lembrança
Você me espera!

Mas um destino fatal aguarda aquela
Que ousou roubar o meu maior tesouro
E a magia oculta em gotas bebidas por ela.

Eu renascerei para recuperar o que é meu
Eu renascerei para recuperar o que é meu
Escolhestes esquecer da dor?
Mas ela me mantém viva dentro de você
Eu renascerei para recuperar o que é meu
Eu renascerei para recuperar o que é meu
Minha canção ressoará em sua mente.

Ato V (O Renascimento)
Um vento misterioso sopra em direção ao leito
Um sussurro saí dos lábios da morta, bem vinda!
Uma nova vida ressurge da transformação.

“Estes são os olhos grandes,
Negros e estranhos de meu amor perdido...
da Lady Ligéia.”





Anna Costa
No blog da Anna Costa e no facebook oficial do projeto, o conto escolhido para ser discutido este mês foi  Ligeia. Acompanhe a discussão coletiva das impressões da primeira obra de Poe neste ano de desafio de leitura ;)

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários