Minha demência

1/04/2013 08:46:00 AM

 
Flores tão vermelhas quanto a sua face de outora
Mais um sorriso parte para as terras do Norte
Onde os ventos gélidos  preservam a eternidade
de teus encantos obscuros através de gerações


Mais um trato desfeito contra o desconhecido
Lábios umedecidos da bebida embriagante 
magos do tempo desaparecerem sob as areias do deserto
de tua vda ceifada por minhas mãos


Ouça as vozes dentro de sua cabeça
agora um crime perfeito é desfeito
lute contra essa infeliz coincidência
durma ao lado de minha demência

Planos a meia noite serão desvendados a partir de hoje
Confusas memórias bloqueados nesse lago sangreto
Eu tenho um desejo a ser feito antes de
apagar cada vela uma década de mentiras

Mais um trato desfeito contra o desconhecido pecador
Meus pensamentos continuam escondidos debaixo da cama?
as cartas de um jogo perdido estão novamente na mesa
nos insisto em continur sonhando em algo melhor...

Ouça as vozes dentro de sua cabeça...

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários