Sem palavras...

7/28/2013 09:19:00 AM


Acho que tenho o direito de dar o meu ponto de vista, independente se vão aplaudir ou joga pedras em mim. Nada disso realmente importa, porque não vou ser uma hipócrita e fingir que isso não me atingiu e que eu não tenho nada a ver com isso. Só tenho uma coisa a dizer diretamente a algumas pessoas que fizeram presente a Marcha das Vadias no Rio de Janeiro: Respeitem as Religiões!

Os atos de desrespeito a fé das pessoas é imperdoável. Protestar contra um sistema que exerce algo negativo na sociedade, é uma coisa. Agora ofender religiões, quebrando imagens de santos, colocando camisinha em uma representação da imagem de Cristo, que é ícone da igreja católica, judaica e evangélica é outra. Se você não está satisfeito com regras das religiões, há soluções: mude de religião ou crie uma religião que se adéque as suas necessidades.

O que esse povo quis fazer mesmo, foi polemizar! Não é assim que se luta por direitos. A nossa liberdade termina quando ultrapassamos a liberdade dos outros. Se não é esse o ditado popular, que seja... Eu não sou santa e não sou perfeita... E nem quero ser... Apenas quero ser uma pessoa que tenta viver a minha vida... Deus ou qualquer nome que as outras religiões o denomine, é o único perfeito neste universo. E isso, o ser humano nunca poderá ser e nem ter este poder místico!

O grande problema da sociedade moderna, é tentar negar de todas as formas possíveis e impossíveis que existe um ser supremo, cuja força rege nossas vidas e esse universo. Todos acham bonitinho se proclamarem deuses de sua própria vida e não temerem nada e nem ninguém.

Eu sinceramente espero que os membros dessa marcha no Rio se manifestem e peçam desculpas pela palhaçada que fizeram. NÃO JULGO A MARCHA EM SI, PORQUE O SEU PROPÓSITO É OUTRO E e não essa palhaçada que o povo anda fazendo ultimamente, com o intuito de polemizar e não protestar.
O fato é que já passou o dia em que somente depois da morte é que pagaríamos pelos nossos erros. O céu ou inferno podem existir ou não. Mas uma coisa eu tenho certeza: nós somos os únicos culpados pelo céu ou pelo inferno é que as nossas vidas, em virtude de nossas ações contra o próximo, só pensando em crescer e esmagar as pessoas que estão ao nosso redor, somos culpados por não amar ninguém e por querer fazer o mal aos outros... Tudo de bom ou ruim que fizemos, volta para nós mesmos. E depois não adianta blasfemar contra Deus, quando você é o único culpado pela merda toda que é sua vida.

#ficaadica

Veja os links da matéria sobre a marcha

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários