Eu vou voltar!

8/30/2013 09:29:00 AM


Velejando em mares sombrios e perigosos
Ao som da batida de seu coração
Sob o luar, os deuses parecem guiar
Os homens que hão de desbravar

Muitos desejam desviar do mapa
Com pretextos ambiciosos a espalhar
O mal adormecido promete despertar
De joelhos, reze para que essa tempestade passe

Você prometeu voltar ao lar
E no calor de seus braços descansar
Você prometeu riquezas, sem pensar
Que sua alma seria destruída

Aquele que repousa na profundidade do oceano
Amaldiçoado, chore seu eterno pranto
Aquele amante do desejo de se aventurar
Se esqueceu que o presente maior é o amor

Aquele cuja a oferta os deuses recusaram
Amaldiçoado e acorrentado ao eterno sofrimento
Aquele simples homem que lhe disse
"Eu vou voltar!"

Você, que ria com as crianças
Dividia o pão com  todos
Você, espírito liberto da aurora
Que sua alma encontre a paz

Traído e ferido à margem da vida
Seu corpo encontra o mar eterno do pranto
Traído e ferido, lágrimas que não cessam
Nunca esqueça que o presente maior que me destes, foi o amor...

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários