Você

2/06/2015 08:39:00 AM

*poesia antiga anotada em um caderno empoeirado

Você vive sua vida, sem me dá um pouco de atenção
Vocês aos poucos me abandona
Como foi que o nosso amor acabou?
Você é o ar que eu respiro
Como vivo sem isso?



Eu lhe digo, amor
Esqueça todas as dores

Não posso viver sem teu carinho

Você me trocou por outra
Você quer sempre mais
Você nem sabe o que é perdoar


Eu lhe digo, amor
Esqueça todas as dores


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários