Sentença final

4/16/2015 10:28:00 AM

*poesia antiga anotada em um caderno empoeirado
Resultado de imagem para julgamento martelo

O crime que você cometeu é inafiançável
Há testemunhas que comprovem o que digo
Há momentos que o comprometem
Há diversas mentiras que lhe entregam
O pecado já foi cometido e não há perdão
O tempo de pagar a dívida já passou



Darei a você a sentença que merece
E não adianta chorar pelo passado
Você teve a chance de se redimir
Não há escapatória pra você
Darei a você a sentença final
É melhor que você tome juízo agora
Você teve a chance de se redimir
Mas errou de novo e eu não admito mais!

Você cometeu o mesmo erro, o mesmo vacilo
É tarde demais para pedir perdão
Não adianta negar, eu tentei ajudar
Não finja, não esconda sua cara na máscara


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários