Livro finalizado: Histórias Liliputianas

11/26/2015 05:37:00 AM

Uma antologia de microcontos. O nome possivelmente remete a arte de reduzir em palavras, uma estrutura de contos dos mais variados assuntos, bem como "a Liliput, terra imaginária habitada por pessoas de minúscula estatura, do romance Viagens de Gulliver, do escritor inglês Swift).

Editora: Andross
Organizador: Edson Rossatto


E como é de praxe, deixo as melhores "tirinhas" dos contos que mais me chamaram atenção:



Sonho- Cíntia Rufino

"Enquanto respirava fundo, sentiu-se melancólica, meio triste. Dali a pouco, deveria voltar para sua casa, acordar desse sonho onde tudo é possível: a poesia" (p. 31)


Estranha Solidão- André Albuquerque

"Entraram no quarto furtivamente. O ouro preferiu penetrá-lo em pé. O hóspede excitava-se e rangia os dentes de prazer. Quando percebeu a corda de náilon no pescoço, o mundo estava cada vez mais cinzento e silencioso" (p. 39)


Aroma de Café- Filomena Perrella

"Esse perfume, esse ritual evoca esses momentos (...) E esse amor que não se apaga" (p. 43)


Liberdade- Alessandro Rossi Gonzales

"Restou apenas o ultimo verso: é o deserto que o engole com toda a sua calma. Enfim, estava livre. Livre da verdade" (p. 57)


O bobo e o rei- Lucas R. C

"Até que se viu em um dilema: a morte e o riso ou o fracasso e a morte. Preferiu a primeira" (p. 65)


A música- Carla Yanagiura

"O piro de tudo era que só se justificavam com uma única e maldita frase de Friedrich Nietzsche: e aqueles que foram vistos dançando foram julgados por aqueles que não podiam escutar a música" (p. 87)


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários