Para casa

11/06/2015 09:23:00 AM

Resultado de imagem para mulher gotica sangrando
Pego minhas malas e penso em dizer adeus
Depois eu me pergunto: pra que fazer sofrer?
Deixe-o carregar o fardo que mereces!
Depois eu me pergunto: devo chorar?
Realmente foi estúpido viver assim...

Pálido é a feição do medo a te corroer
Pelos deuses hei de renascer dessas cinzas
Antes a dor do que teu falso amor
Pálido é a feição do medo a te corroer
Rumo ao horizonte sombrio a me acolher
Largo minha mala e me entrego aos seus desejos

Foda-se, foda-me, o que importa?
Eu estou em casa de novo
Foda-se, foda-me, o que importa?
A magnitude da insegurança te ameaça?

Gritando em forma de gemidos as emoções
Ao bater na porta de casa, sou recebida com seu sorriso
E uma convidativa surra me espera em meu leito
Encolho-me com a certeza de não mais voltar

Para casa, para casa

Errei de endereço? Confusa estou a mercê de mais dor

Foda-se, foda-me, o que importa?
Eu estou em casa de novo!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários